terça-feira, 1 de fevereiro de 2022

Casos de atentado contra mulheres tem se tornado frequentes no Maranhão


Apesar da lei rígida como é a Maria da penha, nos últimos dias os casos de abusos, agressões e atentados contra as mulheres tem se tornado frequente e por fim muitos deles tem tido final trágico para as vitimas que estão perdendo a vida para as investidas de seus agressores.
O blog do Rodrigo Costa fez um estudo sobre o fato e registrou varias informações de casos de feminicídio e ate de mortes violentas, vamos recapitular alguns casos, começando pelo mais recentes registros:


1- Um homem que não teve a identidade revelada, foi preso pela Policia Militar na noite de quarta-feira (23), suspeito de assassinar uma mulher com uma facada, no bairro João Paulo, em São Luis.

De acordo com informações da polícia, uma equipe realizava uma patrulha próximo ao local, quando foi informada de uma possível tentativa de homicídio na região. Ao chegarem no local, os policiais encontraram uma mulher caída no chão e com uma perfuração na região da clavícula. A vítima ainda chegou a ser socorrida e levada para um hospital, porém não resistiu e morreu.

2- Uma mulher, identificada como Vanessa Ribeiro da Silva, de 33 anos, foi assassinada na noite desse domingo (30) pelo próprio marido, na Rua Maranhão, no bairro Vila Mangueira, em Lago da Pedra.

De acordo com as informações, o assassino teria encontrado Vanessa na companhia de outro homem em um bar. No local, eles iniciaram uma discussão e seguiram para casa, onde continuaram discutindo.

Exaltado, o homem sacou uma faca e golpeou Vanessa no pescoço. Ela teve hemorragia e morreu dentro de casa.


Esses são apenas alguns dos muitos casos que chegam ao conhecimento das autoridades e que por vezes essas vitimas recebem alguma benesse da justiça, porem nem amparadas pelas leis essas mulheres tem garantido seus direitos de cidadã, o ciumes, o sentimento de (posse), que alguns desses indivíduos teimam em exercer sobre suas companheiras ou ex-companheiras, é algo deveras absurdo e que é necessário que a justiça busque punir com  maior severidade esses agressores e até assassinos, uma vez  o que nos leva a crer que a rigorosidade e a empregabilidade da lei existente parece não estar surtindo efeitos nos agressores,
É necessário que estes casos de agressões sejam denunciados pelas vítimas ás autoridades e que as mesmas não se submetam aos caprichos e vontades de seus algozes, muitas vezes após esses surtos juram e prometem para as agredidas que não praticarão mais tais atos, sendo isso por vezes apenas um pretexto para terem em quem destilar os venenos da crueldade e da covardia. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário